A crescente transformação digital que afeta nossos hábitos de consumo e estilo de vida reconfigurou o modo como as empresas se organizam e se portam diante dos clientes e funcionários. Hoje, a força de trabalho é motivada não só por uma boa remuneração, mas por perspectivas de crescimento profissional e realizações pessoais. Nesse sentido, a elaboração de um planejamento estratégico de RH é fundamental para engajar os colaboradores e fortalecer o propósito da organização.

Uma pesquisa divulgada em 2016 pela Manpower Group Global aponta que até 2020 um terço do quadro de funcionários das empresas de todo o mundo será formado pela geração Millenium. Alguns podem até pensar que as pessoas nascidas nesta época são alheias ou pouco comprometidas, mas a verdade é que elas estão empenhadas em transformar o mundo ao seu redor e dispostas a trabalhar ainda mais do que as gerações anteriores.

planejamento estratégico

Diferente da era industrial — onde os recursos eram essencialmente braçais — atualmente as organizações são formadas por pessoas qualificadas e criativas, e dependem delas para capitalizar fundos e alcançar objetivos. Por isso, a gestão de pessoas é essencial para a criação de ações que visam incentivar a equipe para gerar melhores resultados.

Como fazer um planejamento estratégico de RH

O planejamento estratégico em Recursos Humanos consiste em analisar indicadores de produtividade e traçar objetivos para o desenvolvimento, capacitação e humanização da equipe. Fazer com que o plano seja executado corretamente e por inteiro é de responsabilidade das lideranças da empresa, como o gerente de RH ou o people analytics.

Antes de formular estratégias de engajamento, é preciso fazer um diagnóstico para identificar problemas internos. Alguns fatores podem indicar se o setor de RH da sua empresa deve pensar em novas ações. Entre elas, estão:

  • conflitos interpessoais;
  • falhas de comunicação;
  • atrasos e faltas constantes;
  • desinteresse com projetos.

Essas são situações que interferem diretamente no rendimento da organização, diminuindo a produtividade e aumentando os índices de turnover — quando há muita rotatividade entre os funcionários.

Envolver todos os colaboradores e ouvir de perto suas considerações e necessidades é fundamental para formular um plano de ações completo e que inclua toda a empresa. Nesta etapa, é necessário elaborar um planejamento compatível com a realidade da empresa. É importante pensar em ações transformadoras, e principalmente alcançáveis, para que o time realmente acredite nas propostas e esteja otimista com relação às mudanças.

Confira essas dicas de como usar os quatro pilares estratégicos de RH para potencializar os resultados de sua equipe:

 

  • atrair e admitir: empresas com uma cultura empresarial consolidada costumam chamar atenção e aproximar talentos. Por isso, é importante ter um propósito institucional bem definido e poder contar com profissionais capacitados e engajados no seu time.

 

  • treinar e desenvolver: promover a independência e liberdade dos colaboradores será decisivo para criar um ecossistema de bem-estar e produtividade. Estimular que os funcionários conduzam workshops e cursos internos os motivam a buscar conhecimento e faz com que se sintam responsáveis pelo crescimento da empresa.

 

  • motivar e reter: lembre-se que é mais difícil motivar alguém que não escuta ou respeita. Mostre empatia e compreensão quando sua equipe não entregar o esperado, mas deixe claro que eles serão recompensados pelos bons resultados.  
  • movimentação: promover atividades e desafios que envolvam diferentes setores é importante para integrar a equipe, melhorar a comunicação interna e cultivar o bom relacionamento entre os funcionários. Promoções e transferências de setores também podem ser estratégias inteligentes para melhorar o rendimento.

 

Quais medidas devo adotar para motivar minha equipe?

Além do planejamento estratégico de RH, algumas atitudes podem ser integradas na cultura da organização para consolidar o sentimento de identificação dos funcionários.

 

  • Remuneração estratégica

 

Para engajar os colaboradores de sua empresa é necessário ir além de uma remuneração fixa e bonificações esporádicas. Planos de remuneração estratégica são indispensáveis para reconhecer os esforços individuais e coletivos, recompensar o bom desempenho e impulsionar a produtividade.

 

  • Ambiente colaborativo

 

Criar um ambiente de trabalho onde as pessoas se sintam bem e motivadas já não é mais exclusividade das empresas do Vale do Silício. Cada vez mais companhias do mundo inteiro estão apostando em modelos de negócios inovadores e colaborativos para incentivar a equipe e gerar melhores resultados.

 

  • Incentivo de lideranças e intraempreendedorismo

 

Estimule seus funcionários a desenvolverem soluções criativas, mesmo que as demandas não sejam da sua área de atuação. Reconhecer o potencial e permitir que os colaboradores deem sugestões e coloquem em prática suas ideias é importante para proporcionar uma cultura de inovação.

Acompanhe o nosso Blog e aprenda mais sobre como motivar funcionários e engajar os colaboradores da sua empresa!